terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Quique abre a porta


Depois de no início do ano ter dado uma polémica entrevista ao jornal espanhol «AS», o treinador do Benfica, Quique Flores, volta a mostrar-se disposto a abandonar o Estádio da Luz a qualquer momento.

Na dita entrevista ao «AS», Quique havia anunciado a vontade de "abrir a carreira à Europa", de tal modo que já teria aprendido a falar inglês, francês e italiano. Desta feita, o técnico do Benfica conversou com Juan Carlos Rivero, jornalista da TVE, que publicou no seu blog no portal «Terra» uma entrevista com o técnico. Quando o jornalista lhe perguntou qual a perspectiva de um regresso a Espanha, Quique foi claro: "Quando as minhas aspirações coincidirem com as necessidades de uma equipa, em qualquer momento de qualquer temporada". Ou seja, Quique Flores está na disposição de abandonar o Benfica a qualquer momento, desde que do outro esteja uma proposta que lhe interesse.

Confesso que, quando o espanhol foi contratado por Rui Costa, fiquei com grandes expectativas em relação à equipa do Benfica. Além de contratar jogadores de valor, os encarnados tinham finalmente sentado no banco alguém com qualidades e capaz de fazer a diferença, pelo que fui dos primeiros a apontar o Benfica como principal candidato ao título.

Hoje, considero-me desapontado. Como homem do futebol Quique tem sido um exemplo e penso que não é exagero dizer que, desse ponto de vista, marcou o futebol português. Porém, enquanto treinador, tem deixado muito a desejar.

Sete meses depois de ter chegado a Portugal, o Benfica ainda não apresenta um fio de jogo que se entenda, o técnico já arrasou por diversas vezes os jogadores pelo jornais, nomeadamente Reyes e Di Maria, e por duas vezes mostrou vontade de permanecer pouco tempo em Portugal.

Penso que Quique já terá mesmo interiorizado que quer deixar a Luz no final da época e está apenas a abrir a porta, para que lá para o Verão, com ou sem títulos conquistados, a direcção do Benfica lhe faça a vontade.

FOTO: AP/Armando Franca

8 comentários:

Anónimo disse...

Isto é uma cópia grosseira do futebolartte.

Anónimo disse...

Ihihi nada como esperar.
Mas tenha calma e não seja intempestivo:

http://antonioboronha.blogspot.com/2009/02/dancas-com-treinadores.html

Carlos Saraiva disse...

Caro Anónimo das 20:51. Pena que não se identifique ao fazer-me tal acusação. Os dados que fazem parte deste texto foram inspirados por umanoticia do Maisfutebol e depois comprovados atravês da leitura do site espanhol. Quanto ao futebolartte é um blogue que aprecio, com quem até já colaborei, blogue esse que entretanto fechou temporariamento, ao mesmo tempo que o Chuto de Letra continuou a ser actualizado, quase, diariamente. Por isso, não percebo essas suas palavras, que quanto a mim, demonstram alguma ignorância.

Filipe Araújo disse...

Carlos, o Chuto de Letra está no Gambetas hoje.

Saludos!

http://gambetas.blogspot.com

Filipe Ribeiro disse...

Amigo, acho que o chuto de letra merecia uma imagem de título mais atractiva. Estou disposto a fazer um banner para o seu blog, já que domino as ferramentas certas para isso. Basta deixar-me o seu contacto para onde enviar o banner em: http://www.vilarealsport.com

Abraço

Anónimo disse...

"Penso que Quique já terá mesmo interiorizado que quer deixar a Luz no final da época e está apenas a abrir a porta, para que lá para o Verão, com ou sem títulos conquistados, a direcção do Benfica lhe faça a vontade."

Você faz isto para ser polémico ou é mesmo falta de bom-senso e do saber futebol? É que já não é a primeira vez.

Jotas disse...

Sinceramente, este tipo de entrevistas, frases, etc, são usuais com a maior parte de treinadores e jogadores, os quais pretendem sempre uma porta aberta.
A mim, venha do quique ou de qualquer outro, não me choca, nem me surpreende, tal o hábito deste tipo de entrevistas.

Carlos Saraiva disse...

CAro FR agradeço desde já a sua oferta e é com prazer que vou aceitar a sua proposta. Mas, paraquem nada percebe de edição de imagem, até que nem ficou assim tão mal... lool!

Caro Jotas, o que surpreende é Quique estar em Portugal há meio ano e nesse período já ter falado em sair do Benfica duas vezes.